Área Restrita - Somente para empresas associadas
SETPES - NotíciasHome > Noticias > Biometria facial contra fraudes >

Biometria facial contra fraudes

validadorvison

A câmera que vai captar as imagens em alta resolução dos usuários dos cartões Estudante e Gratuidade serão fixadas logo acima do validador dos ônibus

A tecnologia continua auxiliando a gestão do sistema municipal de transporte de passageiros no Espírito Santo. E dessa vez, a aposta do Setpes (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Espírito Santo) é o projeto Biometria Facial das Gratuidades, que está em fase de implantação e cujo principal objetivo é detectar e reduzir fraudes nos cartões Estudante (alunos) e Gratuidade (idosos e pessoas com deficiência).

Todo o trabalho está sendo feito em parceria com a Empresa 1, que desenvolve tecnologia e soluções de processamento de transações para o setor de transportes, através do Analista de Implantação, Vinicius Campolina.

O processo começou oficialmente em 7 de outubro, com a atualização das fotos do banco de dados dos usuários. Atualmente, três guichês da loja do Setpes estão fazendo as novas imagens.

“Esse foi o primeiro passo para o desenvolvimento do projeto. As fotos anteriores estavam sem qualidade suficiente e agora estão todas no padrão do Vision (sistema de biometria facial)”, explicou o Gestor de TI e Bilhetagem Eletrônica do sindicato, Edson Zanetti de Paulo.

Com as imagens atualizadas e já no banco de dados começa o “lado operacional” do projeto. Através da câmera que está sendo instalada sobre o validador da passagem, o ônibus captura a imagem do usuário quando ele apresenta seu cartão.

“A imagem, então, é enviada ao Setpes para ser processada. Porém, mesmo que neste momento a foto do cartão não bata com a do banco, o sistema não interrompe nada! A medida, que está sendo definida em uma portaria, é bloquear aquele cartão e encaminhar o caso ao órgão gestor, no caso a Setran (Secretaria Municipal de Transportes)”, esclarece Zanetti.

 

Tendência

 

Segundo o Analista de Implantação da Empresa 1, Vinicius Campolina, a biometria como parte do sistema de bilhetagem eletrônica não é uma novidade. “Ela já existe há cerca de três anos. Na verdade, a biometria já virou uma tendência, justamente pelo fato de colaborar com a redução das fraudes nos cartões de gratuidade”, destacou.


Fonte: Transport.Log Online - Edição nº 16 - outubro de 2013



Rua Constante Sodré, 265 - Santa Lúcia - CEP: 29055-420 - Vitória - ES - SETPES
SAC: (27) 2125-7602 Email: sac@setpes.org.br © Copyright 2011. Todos os direitos reservados